Você talvez não saiba, mas o Atlético Paranaense e o Coritiba entraram para a história

Pode parecer estranho eu escrever sobre futebol. Mas acho que o assunto é mais que futebol, é sobre mudança. E uma daquelas que a gente talvez sinta que presenciou História, sabe? Mesmo que seja numa coisa boba, como por exemplo, futebol.

Ouço sempre que futebol não é só um esporte. De vários amigos, de conhecidos, e certamente a essa altura alguém já usou isso como marketing. Basta lembrar de toda a comoção ocorrida com a tragédia que aconteceu com a Chapecoense. E talvez, no início da noite de ontem, pode ter acontecido algo que venha ser mais um argumento para sustentar a fama do esporte que não é só esporte.

Mas antes, vamos a alguns fatos: dado que estamos em 2017, você já deve ter notado que as Organizações Globo são donas de todas as transmissões esportivas no Brasil. Se você acompanha futebol, certamente acha que o que acabei de falar é chover no molhado. Desde que futebol é futebol no Brasil, a Globo manda e desmanda, desde escolher os horários das partidas (como ocorre nas quartas-feiras, no ridículo horário das 21h30) até deixar de passar jogos por motivos de novela. A Band, coitada, sempre faz o que pode, mas nanica como é, se limita a ser parceira da Globo. Isso, claro, quando é possível, já que deixou de exibir o Brasileirão por falta de patrocinadores, por motivos óbvios, já que eles podem patrocinar na Globo.

Ler o post completo

Pin It on Pinterest